The Man Who Laughs - O homem que ri - Paul Leni - Conrad Veidt - 1928


Gwynplaine
O filme conta a história de um nobre que se recusa a beijar a mão do Rei James II, sendo duplamente punido. Ele perece na "Dama de Ferro" enquanto seu filho - ainda menino - é enviado para um cirurgião que esculpe um sorriso em seu rosto "para que ele possa sempre rir de seu pai".

O menino após mutilado e abandonado para morrer de frio é encontrado por um ator. O garoto cresce e se junta a trupe de atores itinerantes, sendo a atração principal: "O Homem que Ri" - um clássico baseado no romance de Victor Hugo "L'Homme Qui Rit".


 
As performances de Conrad Veidt e Brandon Hurst são absolutamente incríveis. A aparência do personagem Gwynplaine serviu de inspiração para Bob Kane na criação do Coringa - "The Joker" - um dos grandes inimigos do Batman.

O sorriso grotesco de Gwynplaine foi conseguido com o uso de uma prótese. Veidt usava um conjunto de dentaduras que tinham ganchos de metal que puxavam os cantos da boca e a única cena que ele não usou a prótese é quando el encontra a Duquesa Josiana.



Destaque também para a atriz russa Olga Baclanova (Freaks), que realiza as cenas ousadas, e interpreta uma interessante e amoral personagem, a Duquesa Josiana.

Conrad Veidt teve uma carreira consagrada que inclui clássicos como Caligari e Casablanca. Aqui, na figura do palhaço que sofre, seu desempenho é absoluto. Mostra um grande coração e as dores do drama pelo qual atravessa.

 


Como é comum na obra de Victor Hugo, trapos e riqueza. O espírito da Revolução Francesa no ar e que mostra um mundo de privilégios, crueldade e antagonismo de classes.
 
Paul Leni começou como diretor de arte em Berlim, mantendo o estilo germânico na estética e forma de contar a história. Mostra cenas intensas para todos os atores, e em muitas que são na escuridão cria perfeitamente a atmosfera de um filme noir. Em outros momentos inunda a tela com luz e ritmo.



 


Em poucas palavras, "O Homem que Ri" é uma verdadeira obra de arte.
 

Título original: The Man Who Laughs
Origem/Ano: EUA/1928
Direção: Paul Leni
Produção: Paul Kohner
Roteiro: J. Grubb Alexander
Duração: 110 minutos





Mary Philbin ... Dea
Conrad Veidt ... Gwynplaine
Julius Molnar Jr. ... Gwynplaine as a child
Olga Baclanova ... Duchess Josiana
Brandon Hurst ... Barkilphedro
Cesare Gravina ... Ursus
Stuart Holmes ... Lord Dirry-Moir
Sam De Grasse ... King James II
George Siegmann ... Dr. Hardquanonne
Josephine Crowell ... Queen Anne
Charles Puffy ... Innkeeper
Zimbo the Dog ... Homo the Wolf (as Zimbo)



Um anacronismo do filme é que embora ambientado na Inglaterra no século XVII, o nobre é condenado à morte em uma donzela de ferro (Iron Maiden) mas este instrumento de tortura somente foi inventado em 1793, final do século XVIII.



















6 comentários:

  1. Eu tenho O Gato e o Canário do Leni (1927) genial tbm.
    Abs.
    RODRIGO

    ResponderExcluir
  2. Futuramente vou postar esse tb. Mas acho que os próximos serão do Melies. Abç.

    ResponderExcluir
  3. Ahh fala sério. Qual é o sentido de postar filmes em inglês sem legenda em um blog brasileiro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juliana,

      obrigado pela visita e comentário.

      O filme é mudo e tem alguns intertítulos que podem lidos em inglês. Caso tenha dificuldade vc pode utilizar um tradutor. São textos curtos e simples.

      Além disso, muitos são fluentes em inglês não necessitando legendas.

      Grande abraço.

      Excluir
  4. O link nao funciona mais , eu quero muito assistir esse filme!! Por favor coloquem no ar de novo !!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...