Limite - Mário Peixoto - 1931



Único filme concluído do diretor brasileiro Mario Peixoto, que em 1931 tinha pouco mais de 20 anos. A obra permaneceu esquecida ao longo de quase meio século, até ser restaurada na década de oitenta.

Sinopse

Em um barco à deriva três pessoas, um homem e duas mulheres, apresentados como homem 1, mulher 1 e mulher 2. O filme narra as estórias dos personagens.

Homem 1 - casado que mantém caso extraconjugal com uma mulher também casada. Após a morte da amante fica sabendo através do marido traído que a mulher era leprosa.

Mulher 1 - após um rompimento amoroso ela viaja em um trem para outra cidade para trabalhar como costureira. A narrativa indica (em uma cena genial por um recorte de jornal) que a mulher fugiu da cadeia com a ajuda de um carcereiro.

Mulher 2 - chegando em casa encontra o marido que é pianista no cinema (filmes mudos eram comumente acompanhados por música em sua exibição) dormindo alcoolizado na escada. Ela vai para a rua onde encontra um homem e segue para a praia. Do alto de um rochedo lhe ocorrerá a idéia de suicidio.

O filme tem angulações não-convencionais, claramente experimentais e expressionistas. Pessoalmente, acho que o filme é uma metáfora sobre a vida. As pessoas naquele barco estão à deriva, como nós.

Deve-se lembrar que foi feito com as limitações técnicas de um filme realizado sem estrutura profissional e financiado pelo próprio Mário. Destaque para Edgar Brazil que através da criatividade desenvolveu inúmeros equipamentos possibilitando ao diretor realizar o que pretendia.

Ficha técnica

Direção, roteiro e montagem: Mario Peixoto
Fotografia: Edgar Brasil.
Música: Erik Satie, Claude Debussy, Alexander Borodin, Maurice Ravel, Igor Stravinsky, César Frank, Sergei Prokofiev
Elenco: Olga Breno, Taciana Rei, Raul Schnoor, D.G. Pedrera, Carmem Santos, Mário Peixoto, Iolanda Bernardes
Duração: 120 minutos

Download
IMDb

Encontrei limitações em contas que postaram limite on line conforme abaixo:

"Este vídeo não está mais disponível porque a conta do YouTube associada a ele foi encerrada devido a várias notificações de terceiros sobre violações de direitos autorais de requerentes que incluem:
  • Twentieth Century Fox Film Corporation
  • Twentieth Century Fox Film Corporation
  • Twentieth Century Fox Film Corporation"

Ocorre que a Lei Brasileira determina:

"Lei 9.610/1998 - Art. 44. O prazo de proteção aos direitos patrimoniais sobre obras audiovisuais e fotográficas será de setenta anos, a contar de 1° de janeiro do ano subseqüente ao de sua divulgação."

Isto posto, caso haja limitação em minha conta por suposto descumprimento das leis brasileiras, ao postar um filme brasileiro de domínio público, deverá ser por determinação judicial anterior, sob pena de incorrer aquele que limitou em flagrante descumprimento da lei além da censura a livre expressão. Espero contar com os que gostam de cinema para acabar com essa palhaçada de impedir que os brasileiros, que cumprem as leis de direitos autorais, assistam uma obra brasileira feita em 1931.
Para baixar

Parte 1: http://www.mixturevideo.com/download=RNqWio
Parte 2: http://www.mixturevideo.com/download=4xZpDN






Assistir Limite de Mário Peixoto completo em parte única



Não deixe de ler: Youtube não respeita a lei brasileira
PIPA / SOPA - Leis anti-pirataria ou controle social?

9 comentários:

  1. Maxx o seu banner está add assim como seu link.
    Caso queira pegar algum link de download fique à vontade, peço apenas que indique em sua postagem o nome do meu blog que eu farei o mesmo caso pegue algo para republicar daqui ok?
    Sobre o filme do Mario Peixoto, nossa, assisti fazem uns 4 anos...acredita que algumas cenas me fizeram lembrar O Chamado, por causa daquelas imagens desconectas, enfim...maior viagem a minha, mas não teve como não lembrar! rs...E eu acredito que o estar à deriva faz parte da vida de todos nós, mas que são fases em que deixamos a maré nos levar...sem rumo...sem destino...sem perspectivas e sem controle.
    Até breve...e mais uma vez, parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  2. Uma obra-prima. Poético e profundo.
    Abraços e venha recordar seus "vilões favoritos",

    O Falcão Maltês

    ResponderExcluir
  3. Antônio, esse filme é bom demais mesmo. Um dos melhores que já vi, quase um Citizen Kane. O Mário Peixoto era moleque quando fez. Incrível né. Abç.

    ResponderExcluir
  4. Maxx,
    o seu blog é muito bom. Você resgata filmes lá num passado muito distante. E muitos eu não conhecia, como os do início do século 20. Parabéns.
    Abç,
    Dani

    ResponderExcluir
  5. Obrigado pelo comentário Maxx.
    Seu blog é único ao resgatar os filmes clássicos.

    LIMITE é uma lenda do cinema brasileiro.
    Um filme poético e maravilhoso.

    Obrigado mais uma vez e por disponibilizar o filme.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Me ha gustado este descubrimiento, me gusta el cine brasileño, quiero descubrir más de su cine, este me ha parecido curioso, solo un filme, lo voy a ver, gracias por la recomendación. Si gustas te invito a mi blog, escribo en español, pero creo que se puede entender, son idiomas hermanos. Un abrazo.

    ResponderExcluir
  7. Toda a vez que assisto a Limite, encontro algum detalhe novo, algum símbolo escondido nas imagens maravilhosas. Pena que a potencialidade cinematográfica de Mário Peixoto sucumbiu á pressão mercadológica hollywoodiana. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Limite é ímpar. Sem dúvida um dos grandes filmes que temos a oportunidade de assistir.

      Obrigado pela visita.

      Maxx.

      Excluir
  8. Essa é a melhor copia que eu ja vi desse filme. Vale a pena mesmo baixar:

    http://kickass.to/mario-peixoto-limite-1931-t7993509.html

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...