Vampyr – Der Traum des Allan Grey - Vampiro - Carl Theodor Dreyer - 1932



Vampyr (Título original em alemão Vampyr - Der Traum des Allan Grey) é um filme de horror de 1932, dirigido por Carl Theodor Dreyer e escrito por Dreyer e Christen baseado livremente em elementos do romance "Carmilla" de Sheridan Le Fanu.


 
Curiosamente foi idealizado como um filme mudo, sendo mais tarde adicionado o pouco diálogo em alemão, francês e inglês, mas mantendo-se os intertítulos característicos do cinema silencioso. Para as cenas com diálogos, os atores faziam os movimentos de seus lábios correspondentes as falas que iam ser inseridas na pós-produção. Todos os sons, como cães, pássaros e outros, foram feitas por sonoplastia e introduzidos posteriormente.

 

 

Vampyr foi financiado por Nicolas de Gunzburg - um aristocrata que concordou em financiar o próximo filme de Dreyer, em troca de  ter o papel principal. Criou então o pseudônimo Julian West, um nome que seria o mesmo em todas as três línguas que o filme iria ser feito.

Nicolas era francês, descendente da nobreza russa, que após alguns anos emigrou para os Estados Unidos onde se tornou um jornalista de moda e mentor de estilistas como Calvin Klein.

 

A maior parte do elenco não era de atores profissionais. Jan Hieronimko, que interpreta o médico da aldeia, foi encontrado em um trem de metrô em Paris. Outros atores foram encontrados em lojas e cafés.

Os únicos profissionais eram Maurice Schutz, que interpreta o Senhor da Aldeia, e Sybille Schmitz, que interpreta sua filha.

O filme foi idealizado em 1929 e filmado em locais reais entre 1930 e 1931.

 

Ao ser questionado sobre a intenção do filme na estréia em Berlim, Dreyer respondeu que "não teve qualquer intenção particular, só queria fazer um filme diferente de todos os outros filmes, queria abrir novos caminhos para o cinema”.

A crítica da época considerou o filme como ruim, principalmente na Alemanha, onde a obra teve várias cenas retiradas por imposição da censura.

Atualmente, muitos consideram o filme inovador, seja por sua atmosfera de pesadelo surreal ou pelas imagens - realmente - impressionantes. Pessoalmente, achei o ritmo meio lento.

Gunzburg - o patrocinador - desempenha o papel de Allan Grey, um estudante do ocultismo, que vagando sem rumo tarde da noite, chega em uma pousada isolada na aldeia de Courtempierre. Aos poucos descobre que estranhos eventos ocorrem na localidade.

São assassinatos, mortes súbitas e doenças inexplicáveis, além da presença de criaturas estranhas. Depois de se submeter a uma transfusão de sangue para salvar uma menina, Allan fica muito enfraquecido começa a ter alucinações, vendo-se ser enterrado vivo. Já recuperado, ele descobre que tudo é devido à presença de um vampiro.


Assistir Vampyr – Der Traum des Allan Grey - on line


4 comentários:

  1. Uau, que achado! Estou me dedicando ultimamente a alguns clássicos do terror e este filme cai como uma luva. Obrigada!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. esse filme é muito, muito lento, nao gostei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa obra tem ritmo e conceito totalmente diferentes do que estamos acostumados. Pra curtir vc deve se "reacostumar" com a forma como se conta a história.

      Mas o mais importante é que vc tentou assistir e não gostou. Isso é o que faz a gente conhecer um pouco de cinema. Ninguém vai gostar de tudo :-)

      Valeu a visita e um abç.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...