The Blue Bird - L'oiseau bleu - Maurice Tourneur - 1918


Esse filme foi baseado na obra homônima do belga Maurice Maeterlinck que usa um variado simbolismo em suas peças.

L'Oiseau Bleu foi escrito entre 1908 e 1909 e curiosamente foi uma das obras colocadas no Index de livros proibidos da Igreja Católica Apostólica Romana, o que, naturalmente, acabou tornando-a ainda mais popular, e como qualquer boa história que cai no gosto popular, sempre é recontada várias e várias vezes.




A primeira versão para o cinema foi filmada em 1910, no Reino Unido, num filme mudo estrelado por Pauline Gilmer e Oliver Walter. Essa é a segunda versão, de 1918, feita nos EUA, ainda no cinema mudo e sob a direção de Maurice Tourneur, produção de Adolph Zuckor e estrelado por Tula Belle e Robin Macdougall.

Em 1940 foi feita uma refilmagem, dessa vez já em technicolor, com direção de Walter Lang, com Shirley Temple, Spring Buyington e Nigel Bruce.




Na União Soviética em 1970, foi filmado pela Soyuzmultfilm, com direção de Vasily Livanov, com Liya Akhendzhakova, Vladimir Kenigson e Rina Zelyonaya. Foi filmado também, em uma rara realização conjunta de 1976, pelos EUA (Twentieth Century Fox), União Soviética (Lenfilm) e Reino Unido, sob direção de George Cukor e estrelado por Elizabeth Taylor, Jane Fonda, Ava Gardner, Cicely Tyson e Robert Morley.





Conforme dito, essa é a versão de 1918 com direção de Maurice Tourneur – que era francês e foi morar nos Estados Unidos.

No ano de 2004 esta obra foi considerada "culturalmente, historicamente ou esteticamente significativo" pela Biblioteca do Congresso norte-americano e selecionada para preservação na National Film Registry.





O elenco é desconhecido para o público de hoje. A menina que interpretou Mytyl era Tula Belle (1902-1992) natural da Noruega, e que atuou em outros 16 filmes.

O menino Robin MacDougall parece ter feito apenas esse filme, e ainda não consegui mais informações sobre ele. Quanto ao resto do elenco, muitos tiveram longas carreiras no cinema, atuando em vários filmes até os anos 20 e 30.





É uma uma bela história onde duas crianças - Mytyl e Tyltyl – são orientadas pela fada Berylune a procurar o Pássaro Azul da Felicidade. As crianças, juntamente com um cão, um gato, bem como o Fogo, Água, Pão, Luz e outras coisas inanimadas juntam-se magicamente e saem para encontrar o Pássaro Azul da Felicidade.

Voltando para casa de mãos vazias as crianças vêem que a ave estava em uma gaiola na sua casa o tempo todo. A ave escapa e voa para longe. Tyltyl então pede para que todos procurem o pássaro azul onde é mais provável encontrá-lo: em suas próprias casas.

Uma influência óbvia (e muito legal) é no filme de 1939 "O Mágico de Oz" quando no final Dorothy Galé – interpretada por Judy Garland – percebe que se a felicidade não pode ser encontrada em casa ou em seu próprio quintal, não pode ser encontrada em mais nenhum lugar.

O Pássaro Azul pode parecer um pouco exagerado, mas isso se deve a reprodução quase fiel de partes da peça de teatro a partir do qual ele foi derivado.

Esse certamente é um dos melhores filmes "sobreviventes" de Maurice Tourneur, comparável à sua obra-prima de 1920 "O Último dos Moicanos".



Mais informações e elenco completo.

Assistir The Blue Bird - L'oiseau bleu - On line





Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...