Hard Luck - Edward F. Cline - Buster Keaton - 1921



Curta-metragem de 1921 escrito e dirigido pelo genial Buster Keaton e Edward F. Cline. São 22 minutos de pura diversão, mas esqueça o cara corajoso normalmente retratado por Keaton em boa parte de suas obras.

O filme mostra Keaton, que depois de ser despedido e abandonado pela namorada, resolve por fim a própria vida, mas a coisa está tão ruim que por mais que tente as coisas não dão certo.

 




Atira-se na frente de um bonde e nada, tenta se enforcar e novamente não dá certo, "veneno" não funciona. Em desespero, se atira na frente de um par de faróis mas não é um carro, são duas motocicletas que passam direto. No final, como era de se esperar, as coisas voltam a dar certo e ele salva o dia.

Keaton disse certa vez que Hard Luck era um dos seus filmes favoritos e que a realização do mergulho foi a maior emoção de sua vida.



Infelizmente, a obra deteriorou-se com o tempo, embora a maior parte esteja em ótimas condições. Por sessenta anos o filme esteve perdido até que foi quase todo recuperado em 1987, até que a última parte desaparecida foi descoberta em uma cópia do arquivo da Rússia.

Elenco
Virginia Fox
Joe Roberts
Bull Montana
 

Assistir Hard Luck on line

Rough sea at Dover - Robert W. Paul - Birt Acres - 1895


Pequena filmagem feita na Inglaterra em 1895 que mostra o mar com grandes ondas batendo contra um cais. 

A cena, ainda que muito simples, ganha importância por sua antiguidade, pois na época imagens em movimento gravadas ainda eram uma coisa experimental.



Assistir Rough sea at Dover on line


Cinderella - Mary Pickford - James Kirkwood - 1914

Filme de 1914 baseado no conto de fadas de Charles Perrault estrelado por Mary Pickford e dirigido por James Kirkwood.

Cinderella é uma jovem que vive com a madrasta e suas filhas. Ela é tratada como empregada e acha que está completamente sozinha no mundo, mas não sabe uma fada madrinha está constantemente a ajudá-la.

Ao buscar madeira na floresta ela encontra o Príncipe e eles imediatamente se apaixonam mas perdem o contato.

 
Um baile é organizado pelo príncipe para achar sua futura esposa. As irmãs acham que tem chance de serem escolhidas pelo príncipe. Cinderella quer ir também mas é proibida por sua família.

Todas, menos Cinderella, saem para o baile. A fada madrinha aparece e pergunta se ela quer ir também. A fada madrinha transforma uma abóbora em carruagem e os ratinhos em cavalos e servos.

E finalmente transforma o traje pobre de Cinderella em um vestido adequado para uma princesa. A fada então avisa que ela terá de estar de volta em casa antes de o relógio bater meia-noite. Caso contrário, seu vestido vai se transformar em farrapos e a carruagem, os cavalos e os servos retornarão ao que eram antes.

 
Quando Cinderella chega à festa é anunciada como uma senhora desconhecida. O Príncipe imediatamente escolhe-a. Cinderella percebe que é quase meia-noite e sai correndo mas perde seu sapato.

No dia seguinte, os arautos anunciam que o Príncipe iria se casar com a mulher cujo pé se encaixasse no sapatinho de cristal. As irmãs vão ao palácio enquanto Cinderela é mais uma vez forçada a ficar em casa. Cada mulher da cidade tentou mas não conseguiu usar os sapatos, com exceção de Cinderella.

O Príncipe fica chocado quando descobre que ela é uma empregada mas não vira as costas para ela, e a convida para experimentar o sapato. Quando isso acontece ela é anunciada como a futura princesa.

Os arautos dão-lhe a oportunidade de decapitar as irmãs mas ela recusa.

Na cena final, a fada madrinha aparece e abençoa Cinderella e o Príncipe que viveram felizes para sempre.



Gladys Marie Smith, nome artístico Mary Pickford, nasceu em Toronto no Canadá em 8 de abril de 1892 e faleceu em Santa Mônica, EUA, em 29 de maio de 1979.

Foi atriz e fundadora da United Artists Corporation, juntamente com Charlie Chaplin, D. W. Griffith e Douglas Fairbanks.

Com 5 anos já encenava pequenos papéis. Adolescente foi para a Broadway e logo começou a ter papéis maiores com seu talento para a comédia.

 

Tinha 16 anos quando conheceu D. W. Griffith que lhe deu seu primeiro papel no cinema. As personagens de Mary eram crianças ou adolescentes e a atriz logo transformou-se na “Namoradinha da América”.

Deixou as telas aos 40 anos, em 1933, como uma das mais bem-sucedidas empreendedoras do cinema. Fez mais de 200 filmes, a maior parte deles ainda no cinema mudo. 

Foi casada três vezes. Com o ator Owen Moore, depois com o ator Douglas Fairbanks e seu terceiro casamento, com o músico e ator Buddy Rogers.



Em consideração a suas contribuições ao cinema americano, o American Film Institute nomeou Pickford entre as maiores estrelas de todos os tempos.

Em Pickfair – nome de sua mansão - havia uma pintura feita no auge de sua fama que hoje se encontra na Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos.

Elenco e mais informações no IMDb.





Assistir Cinderella - Mary Pickford - on line


The Deerslayer and Chingachgook - Lederstrumpf, 1 - Teil Der Wildtöter und Chingachgook - Arthur Wellin - Bela Lugosi - 1920

Bela Lugosi já foi índio


Essa obra foi produzida na Alemanha pela Luna Film em 1920 sendo a primeira parte (Lederstrumpf, 1 - Teil Der Wildtöter und Chingachgook) de um longa-metragem baseado no romance de James Fenimore Cooper (Leatherstocking / Lederstrumpf).

A segunda parte, que é considerada perdida, foi O Último dos Moicanos (Lederstrumpf, 2 - Der Letzte der Mohikaner) que não deve ser confundido com filme homônimo produzido no mesmo ano nos EUA.

Curiosamente, em O Último dos Moicanos, na versão alemã Bela Lugosi e na versão americana Boris Karloff, ambos ainda muito jovens, interpretam papéis de índios. Esse é também um dos mais antigos filmes de Bela Lugosi que chegou até nós.



“Fortaleza” de Tom Hutter
Deerslayer (Emil Mamelok) e Chingachgook (Bela Lugosi)


Deerslayer (Emil Mamelok) e seu fiel amigo índio Chingachgook (Bela Lugosi) enfrentam várias situações onde devem lutar por sua sobrevivência.

Este filme alemão é muito bem fotografado e boa parte da ação acontece na “fortaleza” de Tom Hutter, que para ficar a salvo dos ataques de índios construiu sua casa sobre uma jangada ancorado-a no meio de um lago.

Uma obra muito legal para a história do cinema, mesmo na sua forma atual um pouco truncada – infelizmente não está completo.

Mas especial mesmo é para os que, como eu, gostam de Bela Lugosi. Um filme feito na Alemanha, na década de 20, sem som, com Lugosi interpretando um índio, não tem preço. Além disso é um milagre que a película tenha sobrevivido a duas guerras mundiais trancada nos cofres do estúdio sem conservação.





Elenco

Emil Mamelok            ...  Deerslayer
Herta Heden              ...  Judith Hutter
Bela Lugosi                ...  Chingachgook
Gottfried Kraus          ...  Tom Hutter
Edward Eyseneck      ...  Worley
Margot Sokolowska  ...  Wah-ta-Wah
Frau Rehberger          ...  Judith Hutter
Willy Schroeder         ...  Hartherz
Herr Söhnlein            ...  Col. Munro
Heddy Sven              ...  Cora Munro
Frau Wenkhaus         ...  Alice Munro






Assistir The Deerslayer and Chingachgook - Lederstrumpf, 1 - Teil Der Wildtöter und Chingachgook - on line



Tool - No Quarter - Led Zeppelin

The Hitchhiker's Guide to the Galaxy - O Guia do Mochileiro das Galáxias - Legendado

Don´t panic e divirta-se. Muito bom...

Mais informações aqui.






Stop Thief! - James Williamson - 1901


Curta-metragem que mostra um rapaz está carregando uma bandeja com um grande pedaço de carne, um ladrão pega a carne e corre. Inicia-se uma perseguição, a qual se juntam vários cães. É uma obra simples, inteligente e completamente compreensível, sem necessidade de intertítulos.
 





Assistir Stop Thief! on line


Secret Agent - Agente Secreto - Alfred Hitchcock - 1936 - Legendado


Alfred Hitchcock fazia filmes na Inglaterra desde 1922 mas seu primeiro sucesso internacional foi sua primeira versão de "The Man Who Knew Too Much" de 1934. "Agente Secreto" não alcançou tal patamar. Contudo, esta adaptação da obra de Somerset Maugham feita por Hitchcock não é ruim.

O excelente elenco  de Secret Agent inclui o ator americano Robert Young e o inigualável Peter Lorre - que se tornou uma estrela como o assassino de crianças do clássico alemão M, dirigido por Fritz Lang. Os personagens de Lorre são sempre interessantes e em Agente Secreto ele meio que representa o "lado negro" do herói.

Essa obra não foi muito valorizada na época em que foi lançada, talvez por ter destoado das idéias de pureza ou heroísmo na guerra.




Não adianta procurar porque nesse filme Hitchcock não aparece e curiosamente a história se passa em 1916, mas o vestuário, penteados e decoração são contemporâneos de 1936, o ano em que foi produzido.

Conta uma típica história de espiões e suas identidades duplas. Infelizmente é um filme fraco no suspense mas funciona e é bem divertido. Serviu para lançar as bases para os filmes de espionagem que faria Hitchcock mais tarde em sua temporada estadunidense.

 

Visualmente a película é revestida com características eficazes. Uso imaginativo de câmera com efeitos óticos. Iluminação produzindo sombras que criam uma atmosfera essencial para o desenvolvimento da narrativa.

Destaque para a cena do assassinato na igreja, ainda no início do filme, onde Hitchcock faz um belo trabalho na mistura de som e imagem. Outro destaque é a cena do assassinato que é visto pelo telescópio.





ELENCO:
John Gielgud - Richard Ashenden
Peter Lorre - The General
Madeleine Carroll - Elsa Carrington
Robert Young - Robert Marvin
Percy Marmont - Caypor
Florence Kahn - Mrs. Caypor
Charles Carson - 'R'
Lilli Palmer – Lilli





Assistir Secret Agent - Agente Secreto - on line



As aparições de Alfred Hitchcock



Em muitos de seus filmes Alfred Hitchcock faz rápidas aparições como figurante, e algumas vezes é tão discreto que se não prestarmos atenção, a gente nem percebe que o mestre está por ali, pregando mais uma peça.

Encontrei boas postagens sobre isso na net, e recomendo para quem queira mais informações os links: Cineplayers e Me Confesso.

Um resumo das aparições - muito legal - pode ser visto on line por aqui mesmo.




As aparições de Alfred Hitchcock


Dez séries antigas que valem ser lembradas

1 - Star Trek



2 - Thunder Birds



3 - The Banana Split



4 - Hawaii Five 5.0



5 - Magnum



6 - Kung Fu



7 - Tarzan



8 - Battlestar Galactica



9 - Ark II



10 - Perdidos no espaço

Alex Chadwick - Chicago Music Exchange - Rock em 100 riffs

Em homenagem ao bom e velho rock´n roll um vídeo com um pouco do melhor.

100 Riffs (A Brief History of Rock N' Roll) from Chicago Music Exchange on Vimeo.


1 Mr. Sandman - Chet Atkins
2 Folsom Prison Blues - Johnny Cash
3 Words of Love - Buddy Holly
4 Johnny B Goode - Chuck Berry
5 Rumble - Link Wray
6 Summertime Blues - Eddie Cochran
7 Pipeline - The Chantays
8 Miserlou - Dick Dale
9 Wipeout - Surfaris
10 Daytripper - The Beatles
11 Can't Explain - The Who
12 Satisfaction - The Rolling Stones
13 Purple Haze - Jimi Hendrix
14 Black Magic Woman - Santana
15 Helter Skelter - The Beatles
16 Oh Well - Fleetwood Mac
17 Crossroads - Cream
18 Communication Breakdown - Led Zeppelin
19 Paranoid - Black Sabbath
20 Fortunate Son - Creedence Clearwater Revival
21 Funk 49 - James Gang
22 Immigrant Song - Led Zeppelin
23 Bitch - Rolling Stones
24 Layla - Derek and the Dominos
25 School's Out - Alice Cooper
26 Smoke on the Water - Deep Purple
27 Money - Pink Floyd
28 Jessica - Allman Brothers
29 La Grange - ZZ Top
30 20th Century Boy - T. Rex
31 Scarlet Begonias - Grateful Dead
32 Sweet Home Alabama - Lynyrd Skynyrd
33 Walk This Way - Aerosmith
34 Bohemian Rhapsody - Queen
35 Stranglehold - Ted Nugent
36 Boys Are Back in Town - Thin Lizzy
37 Don't Fear the Reaper - Blue Oyster Cult
38 Carry on My Wayward Son - Kansas
39 Blitzkreig Bop - The Ramones
40 Barracuda - Heart
41 Runnin' with the Devil - Van Halen
42 Sultans of Swing - Dire Straits
43 Message in a Bottle - The Police
44 Hey Hey, My My (Into the Black) - Neil Young
45 Back in Black - AC/DC
46 Crazy Train - Ozzy Osbourne
47 Spirit of Radio - Rush
48 Pride and Joy - Stevie Ray Vaughan
49 Owner of a Lonely Heart - Yes
50 Holy Diver - Dio
51 Beat It - Michael Jackson
52 Hot For Teacher - Van Halen
53 What Difference Does It Make - The Smiths
54 Glory Days - Bruce Springsteen
55 Money For Nothing - Dire Straits
56 You Give Love a Bad Name - Bon Jovi
57 The One I Love - REM
58 Where the Streets Have No Name - U2
59 Welcome to the Jungle - Guns N' Roses
60 Sweet Child 'O Mine - Guns N' Roses
61 Girls, Girls, Girls - Motley Crue
62 Cult of Personality -Living Colour
63 Kickstart My Heart - Motley Crue
64 Running Down a Dream - Tom Petty
65 Pictures of Matchstick Men - Camper Van Beethoven
66 Thunderstruck - AC/DC
67 Twice as Hard - Black Crowes
68 Cliffs of Dover - Eric Johnson
69 Enter Sandman - Metallica
70 Man in the Box - Alice in Chains
71 Smells Like Teen Spirit - Nirvana
72 Give it Away - Red Hot Chili Peppers
73 Even Flow - Pearl Jam
74 Outshined - Soundgarden
75 Killing in the Name - Rage Against the Machine
76 Sex Type Thing - Stone Temple Pilots
77 Are You Gonna Go My Way - Lenny Kravitz
78 Welcome to Paradise - Green Day
79 Possum Kingdom - Toadies
80 Say it Ain't So - Weezer
81 Zero - Smashing Pumpkins
82 Monkey Wrench - Foo Fighters
83 Sex and Candy - Marcy Playground
84 Smooth - Santana
85 Scar Tissue - Red Hot Chili Peppers
86 Short Skirt, Long Jacket - Cake
87 Turn a Square - The Shins
88 Seven Nation Army - White Stripes
89 Hysteria - Muse
90 I Believe in a Thing Called Love - The Darkness
91 Blood and Thunder - Mastodon
92 Are You Gonna Be My Girl - Jet
93 Reptilia - The Strokes
94 Take Me Out - Franz Ferdinand
95 Float On - Modest Mouse
96 Blue Orchid - White Stripes
97 Boulevard of Broken Dreams - Green Day
98 Steady As She Goes - The Raconteurs
99 I Got Mine - Black Keys
100 Cruel - St. Vincent

The 39 Steps - Os 39 degraus - Alfred Hitchcock - Legendado - 1935


Richard Hannay (Robert Donat) está de férias em Londres e conhece Miss Smith (Lucie Mannhein) que fala sobre um enigma envolvendo os 39 degraus pouco antes de cair morta. Ele tenta encontrar o assassino mas é perseguido pela polícia e pelo verdadeiro culpado. Durante a fuga ele atravessa a Inglaterra e Escócia e acaba conhecendo Pamela (Madeleine Carrol).

Certamente um dos melhores filmes da fase britânica de Hitchcock.


 
Elenco:

Robert Donat              ...   Richard Hannay
Madeleine Carroll      ...   Pamela
Lucie Mannheim        ...   Annabella Smith
Godfrey Tearle           ...   Professor Jordan
Peggy Ashcroft           ...   Margaret
John Laurie                 ...   John
Helen Haye                 ...   Louisa Jordan

Título Original: The 39 Steps
Duração: 86 minutos
Ano: 1935
Direção: AlfredHitchcock
Roteiro: John Buchan, Charles Bennett, Ian Hay
Música: Hubert Bath, Jack Beaver, Charles Williams
Fotografia: Bernard Knowles
Direção de Arte: Albert Jullion e O. Werndorff






 Assistir The 39 Steps - Os 39 degraus - on line




Novidade no blog - Ver os filmes on line direto no TeleCineBrasil TV

O TeleCineBrasilTV foi criado como uma alternativa na forma de assistir os filmes que fazem parte do acervo do blog. Através do canal você assiste sem ter que ficar procurando ou navegando. Clica e pronto. Os filmes passam como se se fosse em uma tv/canal convencional. Achei muito legal assistir usando a opção tela grande. Pode ser visto em dois formatos: Formato TV ou Formato Web.

O Formato TV apresenta os filmes direto no seu navegador e tem as opções:

A) Na parte de baixo da tela: Precedente / Play / Pause / Tela grande / Próximo / Volume
B) Aba esquerda: Mostra lista com miniaturas dos próximos filmes. Ao clicar na miniatura o filme inicia.
C) Aba esquerda: Mostra outros canais.

O formato web tem os mesmos comandos mas aparece como uma página convencional. Para acessar usando o formato web clique aqui.

Boa diversão e se gostou divulgue. Cinema é cultura.


Jamaica Inn - A estalagem maldita - Alfred Hitchcock - Legendado - 1939



Esse foi o último filme de Hitchcock na Inglaterra e conta uma história, baseada no romance de Daphne du Maurier, que se passa no litoral de Cornwall onde uma quadrilha rouba navios. Tudo vai bem até que Mary (O'Hara), uma recém chegada na localidade começa a suspeitar dos criminosos tornando-se ela própria um alvo da organização.


 


 













 






Foi uma agradável surpresa assistir pela primeira vez "Jamaica Inn" pois tinha lido tantas coisas ruins sobre o filme que cheguei a imaginar que não valeria a pena assistir e mesmo não sendo tão surpreendente como outros trabalhos de Hitchcock, feitos antes ou depois, foi feito com cuidado e apresenta uma atmosfera muito legal.

 




Acabei rindo muito com o brilhante Charles Laughton em seu papel como o vilão que parece ter sido retirado diretamente de uma história em quadrinhos. Ele faz o Sir Humphrey Pengallan, e cada vez que ele chama (aos gritos) o seu mordomo mais se parece com um vilão de quadrinhos.

Não espere um filme brilhante mas tenha certeza que a obra resiste ao tempo sendo genuinamente divertido.


Elenco

Charles Laughton      ...         Sir Humphrey Pengallan
Horace Hodges         ...         mordomo
Leslie Banks             ...         Joss Merlyn
Marie Ney                ...         Patience
Maureen O'Hara       ...         Mary
Hay Petrie
Frederick Piper
Herbert Lomas 
Clare Greet      
Mabel Terry-LewisA. Bromley Davenport
George Curzon    
Jeanne De Casalis        

Mais informações IMDb.

Outros filmes de Alfred Hitchcock on line.

       Assistir Jamaica Inn - A estalagem maldita - on line


Belmonte - Ivo Branco - 1981

“O filme refaz a trajetória de Belmonte, considerado um dos mais importantes caricaturistas do país nos anos 20. Foi em 1925, na Folha da Noite, que criou Juca Pato, personagem que o consagrou. Belmonte não poupava os políticos e suas mazelas, o que fez com que fosse perseguido pelo Estado Novo.”


Diretor: Ivo Branco
Ano: 1981     País: Brasil     Cor: P&B
Produção: Alfredo Palácios, Ivo Branco
Roteiro: Ivo Branco


Melhor Curta no Festival de Gramado em 1981
Melhor Filme Cultural no Festival de Havana em 1986

Assistir Belmonte on line


 TeleCineBrasil é exibidor do Porta Curtas

O homem que sabia demais - The Man Who Knew Too Much - Alfred Hitchcock - Legendado - 1934

Essa história foi filmada por Hitchcock em duas ocasiões. A primeira é essa que está aqui, feita em 1934 e a segunda de 1956.

O filme inicia mostrando um casal inglês, Bob (Leslie Banks) e Jill Lawrence (Edna Best), e sua filha Betty (Nova Pilbeam), que estão passando as férias na Suíça. Louis Bernard (Pierre Fresnay), que é amigo do casal é morto por um tiro mas antes de morrer entrega a Jill a chave do seu apartamento e fala para que ela pegue um documento e entregue na embaixada britânica, mas o assassino temendo ser descoberto sequestra a filha do casal, levando-a para Londres.



 
Impossível falar desse filme sem dar a devida atenção ao fantástico Peter Lorre que encarna o chefe dos vilões. Aliás, vilões são uma tradição desse ator que nasceu no Império Austro-Húngaro, atual Eslováquia, em 26 de junho de 1904 e falecido na Califórnia nos Estados Unidos em 23 de março de 1964. Trabalhou em mais de uma centena de filmes onde se incluem vários clássicos como Crime e Castigo (1935), Casablanca (1942), O Falcão Montês - Relíquia Macabra (1941) e M (no Brasil denominado “M, O Vampiro de Dusseldorf”) de 1931 dirigido por Fritz Lang. Atuou também na primeira versão, ainda para a televisão, de Cassino Royale de 1954, quando fez o (de novo) vilão Le Chiffre, inimigo do James Bond.



A interpretação ímpar de Peter Lorre certamente foi influenciada por ter ele sido quando jovem, ainda em Viena, aluno de Sigmund Freud, o que aliado à sua dicção – esse foi seu primeiro filme em inglês - torna os diálogos ainda mais interessantes, como nas transcrições abaixo:

“Abbott: - Você sabe, para um homem com um coração tão mole quanto o meu não há nada mais doce do que uma cena comovente.
Bob: - Tais como?
Abbott: - Como um pai se despedir de seu filho. Sim, adeus pela última vez. O que poderia ser mais emocionante do que isso?”
Ou ainda:
“Abbott: - Diga a ela que em breve poderá deixar-nos para (fazer) uma viagem longa, longa. Como é que Shakespeare diz? "Daquela que nenhum viajante retorna". Grande poeta.”

Vincent Price certa vez disse em uma entrevista que quando ele e Peter Lorre foram ver o corpo Bela Lugosi durante o funeral, Lorre ao ver Lugosi estava vestido com a roupa de Drácula – personagem que o imortalizou - brincou: "Você acha que devemos enfiar uma estaca em seu coração?"

































Tela retirada da segunda versão feita por Hitchcock

Alfred Hitchcock nasceu em Londres em 13 de Agosto de 1899 e quando ainda tinha 16 anos - por volta de 1915 - estudou a obra de vários cineastas. Pouco tempo depois iniciou sua carreira no cinema britânico desenhando intertítulos para filmes mudos, e logo começou a desenhar cenários e escrever pequenos roteiros. Em uma viagem à Alemanha em 1920 ficou impressionado com o avanço técnico do cinema então produzido por lá. Chegou a desenhar cenários para Murnau em "Der Letzte Mann" (A última gargalhada) e conheceu de perto o trabalho de Fritz Lang. Essa visão tão próxima do expressionismo alemão logo no início de sua carreira marcou profundamente a obra desse mestre, sendo perceptível a influência que teve o movimento expressionista de cinema alemão na extensa obra de Hitchcock.












Leslie Banks ... Bob Lawrence
Edna Best ... Jill Lawrence
Peter Lorre ... Abbott
Frank Vosper ... Ramon
Hugh Wakefield ... Clive
Nova Pilbeam ... Betty Lawrence
Pierre Fresnay ... Louis Bernard
Cicely Oates ... Agnes (enfermeira)
D.A. Clarke-Smith ... O inspetor de polícia
George Curzon ... Gibson

Elenco completo aqui.


Assistir O homem que sabia demais - The Man Who Knew Too Much - on line

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...